« Voltar

1.482 iniciativas foram avaliadas para o Edital Culturas Populares

 
Um total de 1.482 iniciativas de todas as regiões do País foram classificadas para o Edital Culturas Populares 2018 - edição Selma do Coco. Lançado em abril deste ano, o Prêmio recebeu 2.227 inscrições. A lista com as notas dos candidatos habilitados foi publicada nesta quinta-feira (11), no Diário Oficial da União. Pedidos de reconsideração de notas devem ser apresentados  desta quinta-feira (11) até a segunda (15). Somente após o recebimento e julgamento dos recursos, será publicado o resultado final que indicará quais são os premiados dessa edição.
 
O Edital dispõe de quatro categorias, onde foram classificados 782 mestres, 367 grupos sem CNPJ, 287 entidades e 35 mestres in memoriam; sendo 151 da Região Norte, 729 da Nordeste, 61 do Centro-Oeste, 399 do Sudeste e 131, do Sul.
 
Nesta edição, as iniciativas foram classificadas regionalmente, de modo a garantir que todas as regiões do Brasil estejam representadas na premiação final. Se o total de classificados por região não alcançar o número de prêmios por categoria, as vagas restantes serão redistribuídas entre as demais regiões.
 
Além das 1.471 classificações regionais, há também 11 candidatos classificados pelo sistema de cotas em acessibilidade cultural (três grupos e oito pessoas jurídicas), sendo cinco do Nordeste, três do Sul, dois do Sudeste e um do Centro-oeste.

Valor recorde

Serão investidos R$ 10 milhões em 500 iniciativas que fortaleçam e contribuam para dar visibilidade a atividades culturais de todo o Brasil, como cordel, quadrilha, maracatu, jongo, cortejo de afoxé, bumba-meu-boi e boi de mamão, entre outras. Este é o maior valor já investido na Premiação, que já está em sua sexta edição. 
 
Em cinco edições anteriores, o Prêmio Culturas Populares contou com 9 mil inscrições e distribuiu R$ 18,7 milhões em prêmios a 1.545 mestres, grupos e entidades sem fins lucrativos. Em 2017, o prêmio obteve número recorde de inscritos (2.862), com 500 premiados. A premiação esteve suspensa entre 2012 e 2016. 

Revisão de Notas e premiação

Os participantes que queiram solicitar a revisão de suas notas, podem fazê-lo por meio do formulário de reconsideração, que deverá ser enviado para o e-mail editais.sdc@cultura.gov.br, impreterivelmente, até as 23h59 da próxima segunda-feira (15). 
 
Na edição deste ano, cada um dos premiados receberá R$ 20 mil bruto, o dobro de 2017. Serão 200 prêmios para iniciativas de mestres e mestras (pessoa física); 180 para iniciativas de grupos sem CNPJ; 70 para pessoas jurídicas sem fins lucrativos; 30 para pessoas jurídicas com ações comprovadas em acessibilidade cultural; e 20 para herdeiros de mestres e mestras já falecidos (in memoriam). 
 
 
Assessoria de Comunicação 
Ministério da Cultura