« Voltar

Ministério da Cultura participa de discussão com movimentos sociais durante Fórum Social Mundial

Olívio Dutra, Eduardo Suplicy e Ivana Bentes durante Fórum Social Mundial na Tunísia. (Foto: Mídia Ninja)
29.3.2015 - 17:59
 
A delegação brasileira presente no Fórum Social Mundial, que ocorreu na Tunísia de 24 a 28 de março, se reuniu para um debate sobre a atual conjuntura brasileira e a proposição de ações concretas. Realizada no mesmo hotel onde parte da delegação se hospedou, a reunião pautou não só as questões específicas de cada área, mas aproveitou o encontro das diversas organizações presentes para somar força política. 
 
Movimentos estudantis, de negros, feministas, sindicalistas, agentes culturais, defensores da palestina, midialivristas e outros militantes participaram da discussão. O ex-senador e atual Secretário de Direitos Humanos de São Paulo, Eduardo Suplicy, também esteve presente e afirmou: "É ótimo ver essa diversidade aqui, são pessoas que acreditam nesse projeto de justiça e de país que defendemos".
 
Segundo Tâmara Naiz, da Associação de Pós Graduandos, há uma ofensiva ideológica, de projetos políticos, em curso no país. "Estávamos nas ruas no dia 13 não só pra defender o governo, mas para defender pautas claras como a Petrobrás e a nossa democracia", disse.
 
Vários participantes também reforçaram a importância do encontro e a necessidade de pontos de convergência. "Não adianta ter dissidência dentro do movimento social, por mais que tenhamos pautas que não são agregadoras. Temos outras que unem todos os movimentos para agir em rede", afirmou militante do movimento sindical de Porto Alegre.
 
A reforma política e a democratização da comunicação foram considerados prioridade para os próximos meses. As últimas grandes mobilizações nacionais realizadas no Brasil, nos dias 13 e 15 de março, também entraram na pauta, avaliadas pela efervescência política que representam.
 
A necessidade do aumento da participação social e da incidência da sociedade civil nas ações do governo foi apontada como urgente. A pauta foi reforçada pela Secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural, Ivana Bentes, e pelo ex-governador do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra. O chefe de relações internacionais da Secretaria Geral da Presidência, Fabrício Prado, também participou da reunião e afirmou repassar todas as reivindicações levantadas para o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Miguel Rosseto.
 
O apoio à Palestina, a participação da juventude no debate político, a mobilização para as eleições de 2016, a defesa da realização de um Fórum Social Temático em Porto Alegre em 2016 e a luta contra a LGBTfobia, a islãfobia e a intolerância religiosa também foram temas levantados durante todo o encontro.
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura