Programação variada na Reunião de Ministros da Cultura da CPLP

 

30.4.2017 - 19:50  
A Orquestra Afrosinfônica se apresentará na abertura da X Reunião de Ministros da Cultura da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) (Foto: Divulgação)
 
 
A X Reunião de Ministros da Cultura da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que será realizada nas próximas quinta (4/5) e sexta-feira (5/5), em Salvador, será uma oportunidade para artistas brasileiros, especialmente os baianos, apresentarem seus diversificados talentos a autoridades de Portugal, Angola, Cabo Verde, Guinés Bissau e Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, que estarão circulando pela cidade. O evento, que reunirá representantes dos nove países cujo idioma oficial é o português, contará com uma intensa programação cultural.
 
"Vamos trabalhar para que estes encontros não sejam apenas de confraternização, mas de intercâmbios efetivos entre os países, um espaço para afirmação da cultura de cada um", afirma o ministro da Cultura brasileiro, Roberto Freire.
 
Na abertura, na quinta-feira (4/5), restrita para convidados, haverá shows da Orquestra Afrosinfônica e do grupo de samba de roda Raízes de Santo Amaro, além de apresentação de poesias com o ator Dody Só. A Orquestra Afrosinfônica vai trazer um repertório misturando música clássica erudita com o canto popular africano, antecipa o maestro do grupo, Bira Marques. A orquestra, criada por Marques há sete anos, já se apresentou com grandes artistas, como Maria Bethânia, Toninho Horta e Ivete Sangalo, entre outros. "O que falta para o brasileiro é reconhecer a música brasileira. A CPLP é importante porque cria um movimento. A partir de uma língua, a gente envolve as pessoas", ressalta. 
 
O grupo de samba de roda Raízes de Santo Amaro é um dos mais tradicionais da Bahia (Foto: Divulgação)
 
O grupo de samba de roda Raízes de Santo Amaro é um dos mais tradicionais da Bahia, tendo como matriarca Dona Nicinha. Aos 78 anos, ela adianta que vai encantar a plateia com seu samba miudinho, um jeito rápido de dançar com os pés. "O show vai ter baianas, tocadores, vai ser um festa muito bonita", explica a artista, que já se apresentou com o grupo em países como Alemanha, Senegal e Estados Unidos. 
 
O ator Dody Só fará uma performance poética, com poemas e músicas que, para o artista, são verdadeiras poesias. Ele se refere a canções de Gilberto Gil, Jorge Ben Jor e Caetano Veloso. "De Caetano, vou apresentar Língua, que tem a célebre frase ‘gosto de sentir a minha língua roçar a língua de Luís de Camões''', conta o artista, que completa 30 anos de dedicação ao teatro em 2017 e já participou de filmes como Guerra de Canudos (1997), dirigido por Sérgio Rezende. 
 
No encerramento do evento, na sexta-feira (5/5), Dody Só faz nova apresentação. Também haverá show da cantora baiana Ana Mametto, que promete um espetáculo com o que há de mais delicado e doce da cultura afro-brasileira. "Vamos apresentar a dança dos orixás [divindades africanas que correspondem a pontos de força da Natureza]. Queremos botar todo mundo para dançar! Acho importante esse resgate da oportunidade de encontro dos países de língua portuguesa. Somos todos irmãos, os africanos nos chamam de irmãos. Estou muito feliz de cantar nessa festa", conta a cantora, que ganhou do cantor baiano Mateus Aleluia, ex-integrante do grupo Os Ticoãs, o apelido ‘Mametto', palavra angolana que significa ‘mãe de todos'. 
 
Confira a programação gratuita completa da X Reunião de Ministros da Cultura da CPLP:
 
Exposição fotográfica De Timor-Leste a Portugal: um olhar brasileiro 
A exposição Oficina de Intercâmbio Teatral da Língua Portuguesa é resultado do registro fotográfico de oficinas de intercâmbio teatral em oito países de língua portuguesa realizado em 2010 pelo iluminador cênico e fotógrafo brasileiro Valmyr Ferreira. As fotos retratam, em luz natural, a cultura típica de cada região. Valmyr participará de um bate-papo na sexta-feira (5/5), às 15h, na Galeria da Cidade, no Teatro Gregório de Mattos, Salvador (BA). A exposição ocorre de 2 a 7 de maio, das 14h às 19h. 
 
Serviço 
Teatro Gregório de Mattos
Praça Castro Alves, s/n – Centro – Salvador
(71) 3202-7888/7889
 
Exposição Telas da Cidade
Em celebração aos 468 anos de fundação de Salvador, a mostra reúne obras do acervo do Museu da Cidade. Além de pinturas representativas de bairros soteropolitanos, o público pode apreciar plantas que contextualizam a constituição da cidade. De 2 a 5 de maio, das 10h às 17h, Casa do Benin.
 
Exposição Permanente Pierre Verger
Apresenta objetos e obras de arte da região do Golfo do Benin, de onde desembarcaram a maioria dos negros que povoaram o Recôncavo. Este acervo pertence, em sua maioria, à coleção do antropólogo e fotógrafo francês Pierre Verger. De 2 a 5 de maio, das 10h às 17h, Casa do Benin.
 
Oficina Gastronômica Afro-Baiana
Acarajé, abará, caruru, efó, moqueca, vatapá, xinxim... A maioria dos pratos da culinária baiana recebeu a influência africana. Renomados chefs dessa rica e saborosa culinária afrobaiana são convidados a compartilharem os segredos das misturas de ingredientes que dão o paladar às comidas da Bahia. Dia 2 de maio, das 14h às 17h, Casa do Benin.
 
Aejum Sonoro
O resultado da Oficina de Gastronomia Afro-baiana é servido para degustação a preços populares. Em iorubá, a palavra Ajeum siginifica um convite a comer, a partilhar. O Ajeum Sonoro, a mistura da gastronomia à música e outras linguagens artísticas, é um convite à celebração. Dia 2 de maio, às 18h, Casa do Benin
 
Serviço
Casa do Benin
Rua Padre Agostinho Gomes, 17 – Pelourinho
(71) 3202-7890
 
Programa Viver o Mercado
Ações de entretenimento, cultura, informação e lazer no Mercado Modelo. Pôr do sol no Mercado: Dia 5 de maio, das 17h às 18h. Encontro com as Baianas: Dia 6 de maio, 11h. Domingão no Mercado: Dia 7 de maio, às 10h30 - Praça Visconde de Cayru, s/n - Cidade Baixa, Salvador.
 
Pelourinho Dia e Noite
Ações que reativam o circuito cultural do Pelourinho, levando de volta ao Centro Histórico da cidade atrações que agreguem valor artístico-cultural e que estimulem o público a voltar a circular e frequentar a região. Integram as atividades do Pelourinho Dia e Noite: o Concerto nas Igrejas, com apresentações musicais nas igrejas da região, e o Música nas Esquinas, que são apresentações artísticas nas esquinas, largos e espaços urbanos. Música nas Esquinas: Dia 6 de maio, às 19h, ruas e praças do Santo Antônio. Concerto nas Igrejas: Dia 7 de maio, às 11h, Igrejas do Santo Antônio. 
 
Cinema na Praça
Uma proposta itinerante que promove a projeção de filmes nacionais em praças da cidade.
 
Documentário Axé - Canto do povo de um lugar 
O documentário reúne entrevistas e imagens de arquivo com objetivo de traçar um ponto inicial do nascimento do gênero, originário da Bahia e considerado hoje um dos movimentos musicais mais globalizados do mundo. É um ritmo musical que carrega em sua essência boa parte de todo o sincretismo musical e cultural baiano. A exibição do filme será seguida de bate-papo com um dos roteiristas e pesquisador do longa-metragem, James Martins. Dia 4 de maio, às 19h, Praça do Santo Antônio.
 
Filme Jonas e o Circo sem Lona
Aos 13 anos de idade, Jonas é filho e neto de artistas de circo. O garoto tem seu próprio circo improvisado, frequentado pelos moradores do pobre bairro onde vive, na Bahia. É ele quem coordena os números, prepara os figurinos, a música e controla os ingressos. Jonas pretende abandonar a escola para se juntar ao tio e viver num circo itinerante, mas a mãe prefere que ele permaneça na escola. No meio desta briga, ele descobre as dificuldades da vida adulta. Exibição do filme, seguida de bate-papo com a produção do longa. Dia 5 de maio, às 19h, Praça do Santo Antônio.
 
CPLP: Cooperação para o desenvolvimento
 
Criada em 1996, a CPLP é o foro multilateral privilegiado para o aprofundamento da amizade mútua e da cooperação entre seus países-membros. Entre seus objetivos estão o reforço da presença dos países no cenário internacional, a cooperação mútua e a materialização de projetos de promoção e difusão da língua portuguesa. Tem nove países-membros: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.
 
Na Declaração Consultiva da CPLP, os chefes de Estado e de Governo consideraram que a consolidação cultural que confere identidade própria aos países de língua portuguesa constitui um imperativo. Desde 2000, os ministros da Cultura da CPLP vêm produzindo recomendações sobre diversos temas que conformam os eixos estratégicos de cooperação cultural multilateral. 
 
Alessandra de Paula
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura