Notícias Gerais

Maior bloco do mundo, Galo da Madrugada é campeão da Lei Rouanet

 
10.2.2018 - 8:37  
Desde 2007, o Galo da Madrugada captou R$ 7.089.000,00 via Lei Rouanet (Foto: Prefeitura do Recife)
 
 
O Galo da Madrugada, que arrasta milhões de pessoas pelas ruas do Recife, é campeão de arrecadação, via Lei Rouanet, entre os blocos de rua das cidades onde o Carnaval atrai maior público. Desde 2007, o Galo da Madrugada captou R$ 7.089.000,00. Nenhum bloco do Rio de Janeiro, de Salvador ou de São Paulo chegou a esse valor, segundo os registros do Ministério da Cultura (MinC).
 
Para o Carnaval 2018, o bloco pernambucano já captou R$ 1.317.000,00 via incentivos fiscais da Lei Rouanet. Desde 2017, o patrocínio dos desfiles do Galo da Madrugada obtido por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura vem basicamente da iniciativa privada.
 
Neste ano, o tema, em comemoração ao 40º aniversário do grupo, é "Galo: 40 anos promovendo o folclore e a cultura pernambucana". O desfile neste sábado (10) começa às 9h, após a concentração no Café da Manhã do Galo, no Forte das Cinco Pontas, e espera reunir mais de 2 milhões de foliões, além de mil artistas (cantores, músicos e bailarinas), 200 diretores, 30 trios elétricos e 6 carros alegóricos.
 
O presidente do Galo da Madrugada, Rômulo Meneses, diz que, com apoio da Lei Rouanet, o bloco procura desenvolver um trabalho cultural e de cidadania. "A Lei Rouanet é importante não apenas para o Galo da Madrugada, mas para todas as atividades culturais de nosso país. Para o Galo, sem dúvida, a Rouanet facilita a captação de investimentos a fim de que nossa agremiação possa sempre promover o folclore e a cultura de Pernambuco, além de estimular o empreendedorismo cultural, a geração de rendas, o surgimento de novos artistas e a inclusão social", afirmou.
 
O investimento tem retorno seguro: o Carnaval do Galo da Madrugada gera cerca de 35 mil empregos diretos, segundo estimativa do próprio bloco. O desfile mobiliza muito além do segmento criativo: o Carnaval movimenta a rede hoteleira, o transporte, o comércio e o setor de restaurantes.
 
Neste ano, a Prefeitura do Recife investiu R$ 26 milhões na organização da folia, sendo R$ 7 milhões captados da iniciativa privada. A expectativa é que a ocupação da rede hoteleira chegue a 95%.
 
Dados do Ministério do Turismo indicam que o Carnaval 2018 deve injetar R$ 11,1 bilhões na economia brasileira. São esperados 400 mil turistas estrangeiros e cerca de 10,7 milhões de brasileiros devem circular pelo País durante no período carnavalesco. As cidades do Rio de Janeiro, de São Paulo, de Salvador, de Belo Horizonte, do Recife e de Olinda devem atrair 65% da movimentação de recursos no Carnaval – o que equivale a cerca de R$ 7,2 bilhões.
 
Mérito Cultural
 
O Galo da Madrugada, considerado o maior bloco do mundo pelo Guinness Book, foi um dos agraciados com a Ordem do Mérito Cultural 2017, maior honraria pública da cultura. 
 
Leia mais:
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura