Notícias Gerais

Programação MinC: de São Francisco a Lasar Segall

 


10.11.2018 - 10:00  

Exposição ‘São Francisco na Arte de Mestre Italianos', no Museu Nacional de Belas Artes. Foto: Divulgação
 

O que São Francisco de Assis, Lasar Segall e o ator Gianfrancesco Guarnieri têm em comum? Todos são destaques na programação cultural das entidades vinculadas ao Ministério da Cultura (MinC). O Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro (RJ), exibe até janeiro obras italianas que retratam São Francisco de Assis. Em São Paulo (SP), uma leitura dramática da peça ‘Eles não usam Black Tie', de Gianfrancesco Guarnieri, será realizada pelo Coletivo Negro, grupo teatral formado por afrodescendentes.

Ainda na capital paulista, o público pode conferir a mostra "O desenho de Lasar Segall", no museu dedicado ao artista. A exposição traz 54 desenhos dos mais de 2,4 mil que integram o acervo da instituição, revelando a inesgotável riqueza expressiva e técnica de sua produção. Confira a programação completa abaixo:

 

CINEMATECA BRASILEIRA

III Mostra de Cinema Grego
Até 11/11
Endereço: Cinemateca Brasileira – Largo Senador Raul Cardoso, 207 – São Paulo (SP)
A Mostra apresenta uma seleção de 11 títulos dirigidos por importantes realizadores gregos, alguns deles inéditos em nosso circuito comercial, e que datam principalmente de meados do século XX, e dos anos de 2010, momento em que estas obras passaram a ocupar maior espaço no circuito de festivais internacionais. Entre os destaques da programação estão obras que serão projetadas em 35mm, como os clássicos O batalhão dos descalços (To xypolyto tagma, 1954), de Gregg C. Tallas, Kinetta (2006), do já renomado cineasta Yorgos Lanthimos; o drama sobre imigrantes na Grécia, Praça Amerikis (Plateia Amerikis), de Giannis Sakaridis; e Xenia, de Panos Koutras, sobre dois jovens que, após a morte da mãe, albanesa, vão em busca do pai, grego, para que ele os reconheça.
Mais informações

 

FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA

Projeto ‘Jardim em Foco'
10/11 – 14h30
Endereço: Fundação Casa de Rui Barbosa – Rua São Clemente 134 – Rio de Janeiro (RJ)
O Museu Casa de Rui Barbosa prosseguirá, no segundo semestre de 2018, o projeto "Jardim em foco", marcando sua reabertura completa ao público e integrando o jardim histórico às atividades culturais e pedagógicas oferecidas pela instituição.
O projeto é uma oportunidade de conhecer mais sobre o espaço, com visitas mediadas, destacando a sua flora e fauna, um panorama da vida de Rui Barbosa e sua família, bem como os usos atuais como jardim histórico, tombado pelo IPHAN.
No mês de novembro as visitas ocorrem nos dias 7 (quarta-feira) e 10 (sábado), às 14h30. Até dezembro, o projeto oferecerá duas visitas por mês. A atividade será realizada com distribuição prévia de senhas e a entrada é gratuita. Em caso de chuva, a visita é cancelada. Será possível realizar o agendamento para grupos de até 30 pessoas por meio dos e-mails museu@rb.gov.br e educativa@rb.gov.br ou pelos telefones (21) 3289-8683/ 8685.
Mais informações

Mostra ‘100 anos do fim da Primeira Guerra Mundial'
Até 13/01 – 10h às 17h30 (terça a sábado), 14h às 18h (sábados e domingos)
Endereço: Fundação Casa de Rui Barbosa – Rua São Clemente 134 – Rio de Janeiro (RJ)
Até 13 de janeiro de 2019 estará em exposição no Museu Casa de Rui Barbosa 23 documentos, preservados na Coleção Família Barbosa de Oliveira, no Arquivo João Pandiá Calógeras e no Arquivo Rui Barbosa, produzidos entre os anos de 1914 e 1920. A entrada é gratuita.
Os documentos registram alguns momentos marcantes e algumas consequências do conflito: sua conflagração, o desenvolvimento de organizações humanitárias, o trabalho das equipes médicas, a participação do Brasil, a vitória dos países aliados, a organização da Conferência de Paz de Paris e a criação da Liga das Nações.
Mais informações

 

INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS

Mostra ‘Os da Minha Rua: Poéticas de R/existência de Artistas afro-brasileiros'
Até 16/12
Endereço: Museu da Abolição – Rua Benfica, 1150 – Recife (PE)
A mostra reúne a produção visual de dez artistas negros contemporâneos, levantando importantes questões sobre a cultura africana e a cultura afro-brasileira e questionamentos em relação ao lugar da negra e do negro na sociedade brasileira.
Mais informações

Exposição ‘São Francisco na Arte de Mestre Italianos'
Até 27/1 – 10h às 17h (terça a sexta), 13h às 17h (sábado e domingo)
Endereço: Museu Nacional de Belas Artes – Avenida Rio Branco, 199 – Rio de Janeiro (RJ)
Com curadoria do especialista em História da Arte, Giovanni Morello e de Stefano Papetti, a mostra inclui obras de Perugino, Guido Reni e Tiziano, entre outros, apresentando as fases mais relevantes da representação de São Francisco.
As obras que compõem a exposição são acervos de 15 museus de 7 cidades italianas: Galleria Corsini, Palazzo Barberini, Musei Capitolini, Museo di Roma, Museo Francescano dell'Istituto Storico dei Cappuccini (Roma); Pinacoteca Civica, Sacrestia della chiesa di San Francesco, Convento Cappuccini (Ascoli Piceno); Museo Nazionale d'Abruzzo (L'Aquila), Galleria Nazionale dell'Umbria (Perugia); Istituto Campana per l'Istruzione permanente (Osimo); Museo Civico (Rieti), Pinacoteca Nazionale (Bolonha) e Duomo di Novara (Novara). A mostra conta ainda com uma importante obra de Ludovico Cardi (dito Il Cigoli), "St. Francis Contemplating a Skull", propriedade do colecionador e ator americano Federico Castelluccio.
A mostra também inclui uma sala de Realidade Virtual que vai transportar o visitante para a Basílica Superior de Assis (1228), cidade natal do santo na região da Úmbria, no centro da Itália, com o uso de óculos de tecnologia 3D, onde será possível caminhar por uma das mais importantes e belas basílicas do país e conhecer obras-primas do pintor italiano Giotto (1267-1337), artista símbolo dos períodos medieval e pré-renascentista.
Mais informações

Mostra ‘O desenho de Lasar Segall'
Até 17/6/2019 – quarta a segunda-feira, de 11h às 19h
Endereço: Museu Lagar Segall – Rua Berta, 111 – São Paulo, SP
Com curadoria de Giancarlo Hannud, diretor do museu, a mostra "O desenho de Lasar Segall" traz 54 desenhos dos mais de 2,4 mil que integram o acervo da instituição, revelando a inesgotável riqueza expressiva e técnica de sua produção.

Mais informações

 

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL  

Mostra de xilogravuras sobre o imaginário nordestino, na Funarte SP. Foto: Divulgação
 

Exposição ‘FASC em Cartaz'
Até 11/11 – 8h às 12h
Endereço: Sala Cantinho da Nossa Gente na Casa do Iphan – São Cristóvão (SE)
A exposição FASC em Cartaz é composta de 33 cartazes referentes às edições do Festival de Artes de São Cristóvão (FASC) dos anos de 1972 a 2005. O FASC era tido como o maior evento cultural do Estado de Sergipe, desde 1972 a 1995 a Universidade Federal de Sergipe o realizava junto com parceiros públicos e privados, nas edições que se seguiram de 1996 a 2005 a Prefeitura Municipal de São Cristóvão assumiu a liderança. Os cartazes tornaram-se testemunhas desta história, importantes documentos que apresentam visualmente a preocupação em articular o passado, presente, memória, história e resistência.
Mais informações

 

FUNDAÇÃO CULTURAL PALMARES

Oficina de Teatro Musical Negro
15/11 – 19h
Endereço: Teatro Carlos Gomes, Praça Tiradentes, s/n –Rio de Janeiro (RJ)
Nos últimos meses, o Museu do Samba na cidade do Rio de Janeiro recebeu a Oficina de Teatro Musical Negro. Palestras e aulas com artistas e profissionais negros compôs a oficina que teve aulas de canto, interpretação e dança, que foram direcionadas a 50 alunos que foram selecionados em meio a 750 inscritos. No próximo dia 15 de novembro, às 19h, acontece o Encerramento da Oficina de Teatro Musical Negro com a apresentação dos trabalhos realizados.
Mais informações

 

FUNDAÇÃO NACIONAL DE ARTES

Show ‘Canteiro de Alumiá'
10/11 – 20h
Endereço: Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos – São Paulo (SP)
O espetáculo Canteiro de Alumiá, com o cantador e compositor Ricardo Dutra e com o Quinteto Aralume, reúne o lirismo melódico das canções de Ricardo e o refinamento sutil dos arranjos instrumentais do Quinteto. A ideia do projeto nasceu em setembro de 2017, quando Ricardo Dutra assistiu a uma aula espetáculo do Quinteto Aralume, em homenagem ao líder do Quinteto Armorial, do Recife: Antonio Madureira. O show Canteiro de Alumiá propõe aproximar "a atmosfera mística do trovador contemporâneo" ao rigor e ao virtuosismo da música de câmara. Os ingressos têm preços populares.
Mais informações

Espetáculo ‘Museu das Pequenas Coisas'
De 10 a 24/11 – 20h30 (sábados e domingos)
Endereço: Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos – São Paulo (SP)
A peça Museu das Pequenas Coisas narra a trajetória de uma mulher que busca no cais o refúgio para um conflito e vê, no oceano que se abre à sua frente, a possibilidade de um horizonte salvador. Com uma mala baú, que abriga seus objetos e memórias, ela espera o resgate e se vê diante da necessidade de escolher o que levar consigo e o que deixar para trás.
O espetáculo, construído de modo independente e colaborativo, tem texto da atriz Lilian Guerra, com a colaboração da diretora Cida Almeida, além de animações e imagens da artista multimídia Ana Luiza Anker. A partir do encontro dessas três profissionais, mediadas por Lilian Guerra, a obra explora a intersecção entre atriz, imagem e objeto de animação, a condução e a parceria no jogo cênico.
Mais informações

Leitura Dramática ‘Eles não usam Black Tie'
13/11 – 20h
Endereço: Teatro de Arena Eugênio Kusnet – Rua Dr. Teodoro Baima, 94 – São Paulo (SP)
O Coletivo Negro apresenta, no Teatro de Arena Eugênio Kusnet, a leitura dramática da peça Eles não usam Black Tie, de Gianfrancesco Guarnieri. A atividade, com entrada franca, comemora os 60 anos de estreia do espetáculo neste mesmo espaço. A peça narra a história de uma família que tem suas agruras e conflitos revelados a partir de um movimento de grevistas que resistem à exploração em uma metalúrgica. Os posicionamentos de Otávio e de seu filho Tião diante do fato são o estopim dos acontecimentos.
Mais informações

Espetáculo ‘Yerma'
De 14 a 29/11 – 19h (quartas e quintass)
Endereço: Teatro Dulcina. Rua Alcindo Guanabara, 17, Centro – Rio de Janeiro (RJ)
O espetáculo Yerma é baseado na obra homônima escrita em 1934 pelo poeta espanhol Federico García Lorca. A ação se passa no meio rural e conta a trajetória de uma mulher que não consegue realizar o desejo de ser mãe. Diversas situações e conflitos são retratados na trama, questões relacionadas à convivência social, aos relacionamentos, à religiosidade e honra, principalmente feminina. Temas que o autor trabalhou nesse texto de forma poética e crítica.
Mais informações

Espetáculo ‘Jogos na hora da sesta'
Até 2/12 – Sextas e sábados, às 20h30, e domingos, às 18h
Endereço: Teatro de Arena Eugênio Kusnet. Rua Dr. Teodoro Baima, 94, Vila Buarque – São Paulo (SP)
Um grupo de crianças brinca no parquinho da rua. Os jogos que se desenrolam ao longo do dia abrem brechas para que a personalidade de cada criança seja revelada. Assim, as brincadeiras incitam jogos de poder, violência e crueldade.
O espetáculo, com texto de Roma Mahieu, foi lançado em 1976, durante a ditadura militar na Argentina, e aborda a hostilidade do ponto de vista de quem violenta e de quem é violentado. Em uma tentativa de driblar a censura do regime vigente, a autora retrata a violência nas brincadeiras infantis. As balinhas, o capacete e a bicicleta funcionam como moedas de troca para que a hierarquia entre as crianças se estabeleça. Mas a tentativa falhou: em 1978, Jogos na hora da sesta foi censurado e Roma Mahieu passou a viver em Madri, Espanha.
Mais informações  

Espetáculo Canteiro de Alumiá, com o cantador e compositor Ricardo Dutra e com o Quinteto Aralume. Foto: Divulgação
 

Espetáculo ‘Encontros, 32 anos depois'  
Até 10/11 – 13h30
Endereço: Teatro Glauce Rocha - Av. Rio Branco 179 – Centro – Rio de Janeiro (RJ)
Que tal aproveitar a hora do almoço para ir ao teatro? De 24 de outubro a 22 de novembro, sempre às quartas, quintas e sextas, às 13h30, quem estiver pelo Centro do Rio vai contar com uma programação especial no Teatro Glauce Rocha, da Funarte. É o projeto ‘Nós do Morro almoçando com arte', que celebra os 32 anos de trajetória do Grupo Nós do Morro. A temporada inclui 12 apresentações do espetáculo Encontros, 32 anos depois, com entrada gratuita. No feriado de Finados, dia 2 de novembro, não haverá sessão.
Mais Informações

Espetáculo ‘Projeto Maravilhas'
Até 11/11 – Quinta a domingo, às 20h
Endereço: Rua Januária, 68, Centro – Belo Horizonte (MG)
A peça dialoga com textos dos estudos culturais queers; com a obra literária Paraíso das Maravilhas, do pesquisador Luiz Morando, que investiga o primeiro assassinato registrado por homofobia em BH, no Parque Municipal, nos anos 1940; com o dispositivo de pesquisa cênica e corporal do contato-improvisação, pesquisa do diretor Cláudio Dias; e com a memória da arte LGBT, lembrada pela figura de resistência do encenador Ronaldo Brandão, atuante na cena da cidade durante o período da ditadura militar.
Mais informações

Exposição ‘Mãe Preta'
Até 25/11 – 11h às 19h, fins de semana até 21h
Endereço: Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos – São Paulo (SP)
As conhecidas imagens das amas-de-leite negras, registradas de meados do século XIX ao início do século XX, são o ponto de partida da pesquisa das artistas Isabel Löfgren e Patricia Gouvêa para a realização da exposição Mãe Preta, que recebeu o Prêmio Funarte Conexão Circulação Artes Visuais de 2016. A mostra já foi exibida no Rio de Janeiro, em 2016, e também em Belo Horizonte, em 2017, no Palácio das Artes. Após o sucesso de público, a exposição chega a São Paulo, na Galeria Mario Schenberg, da Funarte. A  mostra segue em cartaz até 25 de novembro, reunindo fotografias, vídeos, instalações, performance e literatura.
Mais informações

Mostra de xilogravuras sobre o imaginário nordestino
Até 19/11 – 11h às 21h
Endereço: Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos – São Paulo (SP)
Inédita no país, a mostra Bestiário Nordestino, que ocupa a Galeria Flávio de Carvalho, no Complexo Cultural Funarte SP, é composta por dezenas de obras de xilogravura. A curadoria dos artistas Rafael Limaverde e Marquinhos Abu reúne imagens que resgatam a história e o imaginário do povo do Nordeste. O projeto foi contemplado com o Prêmio Funarte Conexão Circulação Artes Visuais – Galerias Funarte de Artes Visuais São Paulo. A visitação se estende de 5 de outubro a 25 de novembro, de segunda a sexta, de 11h às 19h; sábado e domingo, das 11h às 21h.
Mais informações

Espetáculo ‘Nerium Park'
Até 2/12 – Sexta a domingo, às 19h
Endereço: Teatro Dulcina. Rua Alcindo Guanabara, 17, Centro – Rio de Janeiro (RJ)
Em cena, Miguel e Malu são um casal de classe média à procura de qualidade de vida e da possibilidade de construir uma família longe da loucura da cidade. A compra de um apartamento no condomínio Nerium Park, um empreendimento residencial, parece ser a tradução desse sonho. Mas o entusiasmo inicial do casal com o conforto e o espaço da nova casa, com piscina e um parque, vai desaparecendo à medida que os meses passam e ninguém mais se muda para os prédios. É como se os dois vivessem em uma cidade fantasma. A crise econômica e o desemprego afastam os possíveis compradores, então o casal se vê isolado num estilo de vida que parecia perfeito. Porém, quando uma terceira pessoa aparece no condomínio, a trama ganha um outro sentido.
Mais informações

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura