Dia do Ministro

Produtora Inffinito leva audiovisual brasileiro para o mundo

 
 
26.1.2018 - 14:23  
Ministro Sérgio Sá Leitão conheceu o trabalho da produtora Inffinito, dirigida por Adriana Dutra (Foto: Acácio Pinheiro/Ascom MinC)
 
 
O audiovisual brasileiro sob o olhar de espectadores de diversas partes do globo. Com esse foco, o Circuito Inffinito de Festivais já chegou a mais de 1 milhão de pessoas em 78 edições de festivais internacionais em várias cidades do mundo. Realizado há 23 anos consecutivos, trata-se da primeira iniciativa de uma mostra de cinema exclusivamente brasileiro no exterior. "É uma vitrine, um showroom anual do cinema brasileiro, das recentes produções realizadas no Brasil, para que sejam exibidas, promovidas e divulgadas em âmbito internacional", explica a idealizadora do circuito e diretora da produtora Inffinito, Adriana Dutra.
 
Entre 1997 e 2017, o projeto exibiu 820 filmes brasileiros no mercado internacional. Entre as cidades por onde passou, estão Londres, Nova Iorque, Miami, Vancouver, Roma, Barcelona, Montevidéu, Buenos Aires e Bogotá – em várias dessas cidades, os festivais já integram os calendários oficiais. No último ano, o circuito promoveu o 21º Brazilian Film Festival of Miami, na cidade americana. Já para 2018, Adriana espera circular os filmes em pelo menos seis cidades. "Precisamos dar continuidade a esse espaço tão importante para a visibilidade, a internacionalização e a prospecção de novos negócios para o setor audiovisual no mercado internacional", reforça a diretora.
 
Para o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, a presença brasileira em festivais é extremamente importante, o que permite fechar um ciclo dentro do setor audiovisual. "As equipes de produção precisam ter janelas de exibição, ou seja, o nosso produto precisa ser visto. Os festivais existem também para isso", comentou. O ministro recebeu a diretora da Inffinito em seu gabinete, em Brasília, no último dia 24.
 
Economia da Cultura 
 
Segundo Adriana Dutra, além de promover a visibilidade da arte brasileira no exterior, esses festivais são uma oportunidade única de geração de negócios para o país e suas empresas: "Nesses festivais, grandes coproduções já foram fechadas. Eles são uma plataforma de relacionamento do setor audiovisual com o mercado internacional". Levantamento da produtora indica que uma média de 60% de negócios prospectados são fechados com os produtores dos filmes exibidos. "A gente entende que o setor audiovisual movimenta riquezas, é essencial para a visibilidade do Brasil e, principalmente, retorna em investimentos para a cadeia produtiva e para o País", resume a diretora. 
 
Sobre a Inffinito
 
Além de ser referência na prospecção de novos negócios para o setor audiovisual do Brasil, inserindo no mercado internacional produtos e serviços brasileiros, a Inffinito produz diversos projetos de difusão, profissionalização, inclusão e alfabetização audiovisual no Brasil, como: Be-a-bá do Cinema Nacional (8 anos), Cinema no Morro (3 anos), Cinema da Gente (2 anos), Cine Verão do Rio (6 anos), Caravana Cine Itinerante (1 ano), Eco Cine (1 ano) e Cine Fest Brasil-Canudos (7 anos). Há 20 anos, a produtora também desenvolve conteúdos audiovisuais (curtas, médias e longas-metragens, séries para a TV, vídeos institucionais, trailers e spots comerciais).
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura