Brasil no Oscar

20 de setembro de 2013

"O Som ao Redor" (imagens abaixo) é o filme que representará o Brasil na disputa por uma vaga ao Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira na 86ª Premiação Anual da Academy of Motion Picture Arts and Sciences – Oscar 2014. A escolha foi anunciada pelo secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MinC), Leopoldo Nunes, nesta sexta-feira (20), em Brasília.

A Comissão Especial de Seleção se reuniu no Gabinete da SAv/MinC no fim da manhã para escolher uma dentre as 14 obras inscritas para a seleção nacional. Além do filme vencedor, a lista foi composta por: Cine Holliúdy; Colegas; Cores; Elena; Faroeste Caboclo; Gonzaga de Pai para Filho; Meu Pé de Laranja Lima; O Dia que durou 21 Anos; O que se move; O Tempo e o Vento; Porto dos Mortos; Uma História de Amor e Fúria; Xico Stockinger.

Os filmes foram admitidos para a seleção nacional a partir dos critérios da Academia Norte Americana de predominância de diálogos em língua não inglesa; e de exibição pública com fins comerciais pela primeira vez no Brasil, por pelo menos sete dias consecutivos no período entre 01 de outubro de 2012 a 30 de setembro de 2013, em sala de cinema comercial. Para atender aos critérios de admissibilidade da Comissão, a obra ainda teria que ter sido inscrita mediante requerimento no modelo indicado juntamente com 12 cópias do filme em DVD até o dia 30 de agosto de 2013.

Compuseram a Comissão Especial de Seleção o Secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, Leopoldo Nunes; o Diretor do Departamento de Cultura do Ministério das Relações Exteriores, George Torquato Firmeza; a Assessora do Gabinete da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, Sylvia Bahiense Naves; a Produtora Vânia Catani; e a Diretora Executiva do Festival Internacional de Cinema de São Paulo, Renata Almeida.  

O Filme

Dirigido por Kléber Mendonça, O Som ao Redor retrata a vida numa rua de classe-média na zona sul do Recife que toma um rumo inesperado após a chegada de uma milícia que oferece a paz de espírito da segurança particular. A presença desses homens traz tranquilidade para alguns, e tensão para outros, numa comunidade que parece temer muita coisa. Enquanto isso, Bia, casada e mãe de duas crianças, precisa achar uma maneira de lidar com os latidos constantes do cão de seu vizinho. Uma crônica brasileira, uma reflexão sobre história, violência e barulho.

Veja o trailer do filme: http://www.osomaoredor.com.br/trailer

(texto: ascom MinC com informações e fotos do Site Oficial do Filme)