Audiovisual: este ano já foram lançados sete editais

27.01.2016 - 19:22  
 
O Programa Brasil de Todas as Telas - Ano 2, da Agência Nacional do Cinema (Ancine) beneficia mais um estado. Desta vez, trata-se do Prêmio Catarinense de Cinema, que oferece R$ 3,375 milhões para a realização de um projeto de longa-metragem de ficção, dois telefilmes de documentário, uma obra seriada e 12 curtas-metragens. As inscrições estão abertas até 7 de março.
 
O edital é realizado pelo governo do estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), entidade vinculada à Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL). O edital oferece R$ 3,375 milhões para a realização de um projeto de longa-metragem de ficção, dois telefilmes de documentário, uma obra seriada e 12 curtas-metragens. Dos recursos, R$ 2,04 milhões são oriundos do Fundo Estadual de Incentivo à Cultura (Funcultural) e R$ 1, 335 milhão são provenientes do Programa Brasil de Todas as Telas-Ano 2, por meio do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).
 
O Prêmio Catarinense de Cinema, criado em 2002, busca incentivar a produção audiovisual no estado, estimular o setor e gerar empregos. As inscrições são gratuitas, e podem ser efetuadas até o dia 07 de março de 2016.
 
Para participar, os interessados devem verificar toda a documentação exigida no edital e enviá-la por via postal, ou entregar diretamente no serviço de protocolo da FCC, mediante o recebimento de comprovante a ser emitido por servidor. A abertura dos envelopes será no dia 29 de março, no CIC - Centro Integrado de Cultura, em Florianópolis. Para mais informações, acesse o site Fundação Catarinense de Cultura.
 
Desenvolvimento da produção regional brasileira
 
O Programa Brasil de Todas as Telas é a maior e mais importante iniciativa de fomento ao setor audiovisual já desenvolvida no país. Uma das ações, no eixo de fomento à produção e difusão de conteúdos, busca estimular o desenvolvimento regional da produção brasileira por meio de parcerias com governos municipais e estaduais.
 
Só neste ano, além de Santa Catarina, foram abertos editais no Ceará, Pernambuco e Minas Gerais.  Graças à parceria com o programa, a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) estão com inscrições abertas em editais lançados no setor audiovisual. 
 
Os concursos oferecem oportunidades de investimento para a produção de longas-metragens para as salas de cinema e, no caso do edital cearense, também para a produção de obras seriadas para a TV, episódios pilotos, curtas-metragens e novas mídias para veiculação pela internet, além do apoio a criação e manutenção de cineclubes e ações de formação em audiovisual. 
 
O XII Edital Ceará de Cinema e Vídeo 2015 disponibiliza pouco mais de R$ 10,8 milhões em investimento no setor audiovisual do Estado, um acréscimo de 42% em relação ao valor oferecido na última edição, lançada em 2014. Deste valor, R$ 6,43 milhões serão aportados pelo Programa Brasil de Todas as Telas, com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), e os R$ 4,45 milhões restantes virão do Fundo Estadual de Cultura do Ceará - FEC. O edital cearense é o primeiro a ser lançado já no âmbito da Chamada Pública ANCINE/FSA nº 001/2015. 
 
Já o Edital de Seleção de Obras Audiovisuais de Longa-Metragem de Ficção para Cinema, lançado pela Codemig em parceria com o Programa Brasil de Todas as Telas, disponibiliza um total de R$ 525 mil, sendo R$ 315 mil em recursos do FSA, para o investimento em dois longas-metragens de ficção, com destinação inicial para as salas de cinema. Cada projeto selecionado fará jus a um investimento de R$ 262,5 mil.
 
Em Pernambuco, a Secretaria de Cultura do Estado anunciou o lançamento do 9º edital do Programa de Fomento à Produção Audiovisual de Pernambuco. O edital oferece R$ 19,98 milhões em investimentos no setor audiovisual pernambucano, sendo R$ 9,98 milhões oriundos do Programa Brasil de Todas as Telas, com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), e o restante do orçamento do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura - Funcultura. A ação de arranjos financeiros estaduais e regionais do Brasil de Todas as Telas busca estimular o desenvolvimento regional da produção audiovisual brasileira por meio de parcerias com governos municipais e estaduais. As inscrições estão abertas até 19 de fevereiro.
 
Além desses quatro editais em parceria com o Brasil de Todas as Telas, o Ministério da Cultura, por meio da Secretaria de Audiovisual, lançou três editais para produção de 22 filmes de baixo orçamento.
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura