Notícias em destaque

O Menino e o Mundo terá sessão no Palácio da Alvorada

02.02.2016 - 16:48 

 
A animação O menino e o mundo, que concorre ao Oscar 2016 de melhor longa-metragem nessa categoria, ganhará um sessão diferente na noite desta terça-feira (2). Será exibido, no Palácio da Alvorada, em Brasília, às 19h, para a presidenta Dilma Rousseff, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, e outros convidados.
 
A animação teve investimento de R$ 400 mil do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), por meio da chamada pública Prodecine 01/2009
 
O filme brasileiro, de Alê Abreu, concorre com os norte-americanos Anomalisa e Divertida Mente; com o britânico Shaun: o carneiro; e com o japonês Quando estou com Marnie. A premiação será realizada em 28 de fevereiro, em Los Angeles.
 
A animação foi exibida em mais de 90 países e conquistou mais de 40 prêmios em festivais internacionais. Em 2014, saiu consagrado do Festival Internacional de Cinema e de Animação de Annecy, com o Prêmio Cristal de Melhor Longa e o Prêmio do Público. O festival é considerado o mais importante dedicado à categoria. 
 
O filme, que usa diversas técnicas de animação, retrata as questões do mundo moderno, como a globalização, a crise econômica e a perda de valores, pelo olhar de uma criança que deixa sua aldeia. Sofrendo com a falta do pai, o menino descobre um mundo fantástico dominado por máquinas-bichos e estranhos seres.
 
Últimas indicações
 
Desde 1962, 45 filmes brasileiros foram inscritos para o Oscar e apenas quatro conseguiram ser indicados na categoria melhor filme estrangeiro: O Pagador de Promessas, O Quatrilho, O Que é Isso, companheiro? e Central do Brasil. Nenhum deles ganhou o prêmio. O filme Orfeu Negro, produção conjunta de Brasil, Itália e França, dirigida pelo francês Marcel Camus, levou o Oscar, mas concorreu pela França. O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias, de Cao Hamburger, foi pré-indicado pela Academia, que o considerou um dos nove melhores entre os 63 filmes inscritos em 2008, mas não conseguiu ficar entre os cinco finalistas.
 
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura