Notícias em destaque

Obras na Casa de Rui: visitas guiadas a partir do dia 24

16.2.2016 - 8:30  
A primeira etapa das obras recuperou elementos artísticos do jardim (Foto: Leo Aversa)
 
O Museu Casa de Rui Barbosa foi fechado para visitação nesta segunda-feira (15), devido à execução do Projeto de Revitalização e Restauração do Jardim Histórico da Casa de Rui Barbosa, que teve suas obras iniciadas em 2015. Em janeiro deste ano, o acesso ao jardim já havia sido interrompido. A partir do dia 24 de fevereiro, entretanto, um grupo de pesquisadores bolsistas vinculado ao museu irá oferecer visitas especiais voltadas à comunidade acadêmica e técnica e ao público em geral. 
 
A atividade, intitulada Aberto para Obras, contará não apenas com roteiros guiados aos canteiros da obra, mas também com conversas e palestras com especialistas da Fundação Casa de Rui Barbosa. "Tudo que a gente não gosta e não quer (fazer) é fechar as portas, mas fomos obrigados a isso por uma questão de segurança. O bom é que, com essa revitalização, conseguiremos multiplicar os anos de preservação do nosso patrimônio. Nosso grande objetivo (com este projeto) é mantermos o contato com a nossa comunidade, uma vez que o jardim é um quintal para aqueles que frequentam o nosso espaço", afirma a chefe do museu, Jurema Seckler.
 
A inciativa terá como intuito o compartilhamento de histórias que explicam a importância cultural do local, além de todo o processo aplicado na conservação, restauração, arqueologia e paisagismo de sítios históricos – temas já comuns aos seminários e palestras ofertados pela instituição. O público poderá, ainda, conhecer os trabalhos de preservação das obras artísticas e os cuidados necessários ao tratamento de um jardim tombado, além de aprender também sobre as técnicas utilizadas na restauração do prédio onde morou o político e escritor Rui Barbosa - datado de 1850 e localizado em Botafogo, no Rio de Janeiro. 
 
Segundo Jurema, as visitas poderão atrair um novo público à fundação. "Faremos uma divulgação com profissionais de área correlatas. A ideia é apresentar esse projeto também para arquitetos, conservadores e restauradores. Então, pode ser que a gente amplie o nosso público, apesar de este não ser o nosso principal objetivo", diz. 
 
Para enriquecer ainda mais a experiência dos visitantes, as visitas contarão com a presença de profissionais especializados, entre os quais o especialista em jardins históricos Carlos Fernando Delfim e a arquiteta Cláudia Carvalho, além de profissionais da própria Fundação Casa Rui Barbosa e de técnicos da Fundação Darcy Ribeiro (Fundar), parceira do projeto de revitalização.
 
A atividade no dia 24/2 será gratuita e aberta ao público mediante agendamento pelo email museu@rb.gov.br. As vagas serão limitadas, com no máximo 175 participantes. O projeto deverá prosseguir até o final do primeiro semestre de 2016, quando o novo jardim e a fachada do museu deverão ser entregues ao público. 
 
Vale destacar que, mesmo durante o fechamento do jardim e do museu, a consulta aos acervos e as atividades educativas e culturais desenvolvidas pela instituição no prédio anexo, incluindo cursos e seminários, serão mantidas sem prejuízo aos usuários.
 
O Projeto de Revitalização e Restauração do Jardim Histórico da Casa de Rui Barbosa é financiado pelo Fundo Nacional de Cultura e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
 
Leia mais:
Cristiane Nascimento
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura