Minc e Sesc firmam protocolo de intenções

23.2.2016 – 18:56 Atualizado em 29.2.2016 - 15:46  
Ministro Juca Ferreira e Carlos Artexes, diretor geral do Departamento Nacional do Sesc (Foto: Acácio Pinheiro/MinC)
 
 
O ministro da Cultura, Juca Ferreira, firmou na tarde desta terça-feira, 23, um protocolo de intenções com o Serviço Social do Comércio (Sesc) que tem como objetivo o desenvolvimento de programas culturais de promoção da cidadania e da integração nacional no âmbito da cultura. O protocolo foi assinado em cerimônia realizada na sede da Funarte, no Rio de Janeiro, junto a Carlos Artexes, diretor geral do Departamento Nacional do Sesc.
 
"Essa parceria com o Sesc pode nos dar a possibilidade de atingir escala em certas ações que nós não temos isoladamente. O Sesc promove muitas atividades culturais em vários estados e agora existe a possibilidade de articularmos nossas ações com as deles", afirmou o ministro. 
 
A iniciativa tem como intuito o estabelecimento de uma parceria pra o desenvolvimento de ações conjuntas entre as duas entidades, favorecendo o acesso a bens e serviços culturais, desenvolvendo ainda programas e projetos relacionados à qualificação da gestão, ao aprimoramento dos instrumentos de comunicação e ampliação da participação social. 
 
"O nosso entendimento é de que esse protocolo fortalece o campo da cultura no Brasil. Esse não é apenas um protocolo de intenções. Ele abre possibilidades de muitas ações reais e concretas no fortalecimento das ações de cultura no país", disse Artexes. 
 
De acordo com o diretor geral do Sesc, a instituição está hoje presente em aproximadamente 2.200 dos municípios brasileiros, trabalhando sempre com uma perspectiva de suporte à atividade artística e à cultura em geral. 
 
O protocolo firmado prevê ainda a integração dos equipamentos do Sesc ao Sistema Nacional de Cultura, instrumento de gestão compartilhada entre os entes federados e a sociedade civil que tem como seu principal objetivo o fortalecimento das políticas culturais por meio da institucionalização e ampliação da participação social para promover desenvolvimento humano, social e econômico com pleno exercício dos direitos culturais.
 
 "O Sesc é uma potência. É um equipamento cultural, esportivo, de lazer e comunitário presente em todos os Estados do Brasil e em várias cidades brasileiras. Uma parceria entre as políticas culturais no Brasil e o Sesc, que tem essa capilaridade no Brasil inteiro, é fundamental para que a gente possa fortalecer ainda mais as iniciativas de formação artística e cultural e de formação de público", disse Juana Nunes Pereira, secretária de Educação e Formação Artística e Cultural. "Uma parceria como essa é fundamental para a formação dos brasileiros e para a política de formação que a gente quer construir no MinC", reforçou.
 
Para Paulo de Camargo, diretor de Educação e Cultura do Departamento Nacional do Sesc, o protocolo vem para aproximar duas grandes e importantes formas de pensar cultura e tende a crescer gradativamente. "Essa aproximação tende a se ampliar na medida em que a gente conseguir enxergar quais são as áreas em que Sesc e governo podem ser complementares, onde cada um pode aprender com o outro ou quais espaços e tecnologias podem ser compartilhados", disse. 
 
Apesar de não haver ainda nenhuma ação ou programa já previsto em função da parceria recém firmada, o ministro Juca Ferreira acredita que as atividades voltadas à música e dança e às ações de qualificação da educação estão entre as mais promissoras. "Os possíveis desdobramentos são muitos. Todas as nossas ações têm alguma atividade com eles", disse.
 
Cristiane Nascimento
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura