Oficina em SC debate programa de formação artística e cultural

23.2.2016 - 14:56  
Na semana passada, foi realizada oficina em Natal (Foto: Divulgação)
 
 
O Ministério da Cultura (MinC) realiza, de terça (23) a sexta-feira (26), em São José, região metropolitana de Florianópolis (SC), oficina com gestores estaduais e municipais de Educação e Cultura, coordenadores de programas de Educação Integral, professores, estudantes, parceiros culturais e artistas envolvidos com as ações do Mais Cultura nas Escolas. O evento dá continuidade à construção participativa do Programa Nacional de Formação Artística e Cultural (Pronfac). A iniciativa é da Secretaria de Educação e Formação Artística e Cultural (Sefac) do MinC, em parceria com os Comitês Territoriais de Educação Integral. 
 
Nesta terça e quarta-feira, a oficina será realizada das 13h às 19h. Será realizado um diagnóstico participativo, colhendo contribuições dos participantes sobre diretrizes e ações que devem integrar o Pronfac. Na sexta-feira, a oficina se dedicará à construção de um projeto-piloto de sistematização das experiências do Mais Cultura nas Escolas, com intuito de capacitar os participantes para avaliar criticamente e criar um registro que possa servir de aprendizado para projetos futuros.
 
A secretária de Educação e Formação Artística do MinC, Juana Nunes, destaca que a oficina dá continuidade aos debates realizados em 13 Rodas de Conversa realizadas em 2015 entre a equipe do programa Mais Cultura nas Escolas e os Comitês Territoriais de Educação Integral. Na semana passada, uma oficina nesses moldes já foi realizada em Natal (RN). As próximas ocorrerão em Brasília (DF), nos dias 29 de fevereiro e 1º de março, em Palmas (TO), de 2 a 4 de março, e em Belo Horizonte (MG), de 7 a 9 de março. 
 
"O Pronfac é um amplo programa de formação artística e cultural que possui diversas frentes de atuação: desde a formação voltada para iniciação e aprimoramento artístico até a formação técnica e profissionalizante, passando pela formação de agentes culturais e por uma formação cultural que reconheça a escola pública de educação básica como foco de atuação", explicou Juana.
 
Segundo a diretora de Articulação de Políticas de Educação e Cultura do MinC, Carla Dozzi, a construção desse programa se dá a partir dos temas geradores identificados durante as oficinas.
 
"Já temos a experiência exitosa do Mais Cultura nas Escolas, que desde sua gênese prevê a participação efetiva do território e sua diversidade no planos de atividade cultural desenvolvidos. Com a perspectiva da educação popular, teremos a oportunidade de construir, conjuntamente com quem desenvolve a política na ponta, um programa que trabalhe desde a gênese do processo educativo, com a perspectiva da autonomia e valorização dos sujeitos e suas expressões culturais", destacou.
 
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura