Morre aos 71 anos o percussionista Naná Vasconcelos

9.3.2016 - 9:23  
Naná Vasconcelos faleceu na manhã desta quarta-feira (9), em Recife (Foto: Alan Torres/PCR)
 
 
O ministro da Cultura, Juca Ferreira, lamenta o falecimento do percussionista Naná Vasconcelos, na manhã desta quarta-feira (9), aos 71 anos, no Recife. 
 
Pernambucano, Naná é referência internacional na música brasileira, world music e jazz. Venceu oito vezes o prêmio Grammy, considerado o "Oscar" da música, e foi eleito também oito vezes o melhor percussionista do mundo pela revista americana especializada em jazz Down Beat. Em 2013, o músico recebeu a Ordem do Mérito Cultural (OMC), na categoria Grã Cruz. Leia abaixo nota de pesar:
 
Naná Vasconcelos nos ensinou a ouvir o Brasil. Nos trouxe de volta um país profundo, refugiado em nossas memórias de infância. Toda a sua obra como artista está impregnada de referências que são parte essencial do nosso modo de ser e de sentir.
 
Naná nos trouxe para mais perto de uma boa porção da África, de onde vem grande parte dos fundamentos de sua música.
 
Naná foi tão fundo em sua pesquisa musical que também nos aproximou mais ainda da África, promovendo como poucos o intercâmbio musical com ela.
 
Sua música é a música da voz, do corpo e dos inúmeros instrumentos que dominou com tanta perfeição.
 
Devemos registrar que em seu campo musical Naná é um dos maiores do mundo.
 
Foram muitos os serviços que prestou à cultura brasileira.
 
Em nome do Ministério da Cultura do Brasil, me somo aos que choram sua ausência.
 
Juca Ferreira
Ministro da Cultura