Notícias em destaque

Cultura pela tolerância religiosa

16.03.2016 - 18:46 
 
O ministro da cultura, Juca Ferreira, participa na manhã desta quinta-feira (17) de um ato em desagravo à recorrente violência contra as casas de religião de matriz africana. O evento será realizado às 11h, em meio à exposição "Patrimônio Imaterial Brasileiro – A celebração viva das culturas dos povos", que ocorre na Caixa Cultural Brasília. 
 
Realizado pela Fundação Cultural Palmares e pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o ato surge como resposta às diversas práticas de intolerância religiosa registradas nos últimos anos, principalmente contra as religiões de matriz africana - patrimônio imaterial defendido pela instituição. 
 
"No último ano, o Disque 100 (do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial, Juventude e dos Direitos Humanos) registrou 705 crimes de intolerância religiosa entre atos de vandalismo, perseguição e racismo, dos quais 21 só no Distrito Federal. Queremos aproveitar a simbologia dos patrimônios imateriais para defendermos a liberdade religiosa como caminho para a paz entre os povos e as religiões", afirmou Cida Abreu, presidenta da Fundação Palmares.
 
Além da presença do ministro e da presidenta da instituição, a cerimônia de desagravo aos atentados será também acompanhada por lideranças religiosas do Distrito Federal e entorno que tiveram seus terreiros depredados recentemente. O último atentado foi registrado na semana passada, em Valparaíso, Goiás. Na ocasião, um terreiro de candomblé foi invadido e depredado, tendo todas as suas paredes derrubadas, inclusive.
 
Exposição
 
A exposição Patrimônio Imaterial Brasileiro – A Celebração Viva da Cultura dos Povos seguirá aberta ao público até o próximo dia 20. Desde 2014, quando foi criada, a mostra já passou pelas cidades do Rio de Janeiro, Fortaleza, Salvador, Recife e São Paulo.
 
Por meio de recursos audiovisuais e interativos, em ambientes recriados e textos didáticos, o público poderá conhecer e vivenciar os 38 bens imateriais culturais brasileiros, entre os quais o Ofício dos Mestres de Capoeira, o Mamulengo e as Matrizes do Samba no Rio de Janeiro.
 
 
Cristiane Nascimento
Assessoria de Imprensa
Ministério da Cultura