Notícias em destaque

8º VivaLeitura anuncia classificação provisória dos projetos habilitados

24.03.2016 - 18:46
 
O Ministério da Cultura (MinC), por meio da Diretoria de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB), anuncia, nesta quinta-feira (24), o resultado preliminar da segunda fase do 8º Prêmio Vivaleitura. A iniciativa selecionará quatro ações de promoção de leitura, que receberão, cada uma, R$ 25 mil.
 
O prazo para recursos terminou ontem, foram recebidos 11 (onze) recursos, sendo que dois pedidos de reconsideração foram deferidos.
 
Conforme previsto no item 9.4.4 do Edital, a Comissão de Seleção direcionou alguns projetos para categorias mais adequadas de acordo com a natureza dos trabalhos.
 
Nesta 8ª edição, foram inscritos 1.467 projetos, dos quais 1.162 foram habilitados e 305 inabilitados – número superior à última edição, ocorrida em 2014, quando foram registradas 998 inscrições.
 
 
Criado em 2006, como desdobramento do Ano Ibero-Americano da Leitura, o Prêmio Vivaleitura é uma ação conjunta dos ministérios da Cultura (MinC) e da Educação (MEC) e integra o Plano Nacional de Livro e Leitura (PNLL), com objetivo de estimular, fomentar e reconhecer as melhores experiências que promovam a leitura no País.
 
Os prêmios são distribuídos nas seguintes categorias: Biblioteca Viva; Escola Promotora de Leitura; Território da Leitura; e Cidadão Promotor de Leitura (pessoa física), que desenvolvam trabalhos na área de leitura. Um dos destaques do prêmio é a menção honrosa José Mindlin, que, a cada ano, reconhece iniciativas que se destaquem por seu impacto e abrangência.
 
O prêmio conta com a parceria da Organização dos Estados Ibero-americanos para Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da Fundação Santillana. 
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura