« Voltar

MinC abre inscrições para 6ª edição do DOCTV América Latina

 
 
11.4.2017 - 9:54  

Acesso rápido

 
 
Estão abertas as inscrições para a 6ª edição do programa DOCTV América Latina, coordenado  no Brasil pelo Ministério da Cultura (MinC), por meio da Secretária do Audiovisual (SAV), em parceria com a Empresa Brasil de Comunicação (EBC). O concurso, que engloba os 18 países participantes da Rede DOCTV (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Guatemala, Equador, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela), irá selecionar projetos de documentários para televisão. Interessados têm até 17 de maio para apresentar seus projetos.
 
Criado pela Conferência de Autoridades Cinematográficas e Audiovisuais Ibero-Americanas, o Concurso DOCTV América Latina selecionará um projeto de documentário por país participante que proponha uma visão original a partir de manifestações culturais próprias de seus territórios, tendo com o eixo temático a Música. O objetivo do programa é estimular o intercâmbio cultural e econômico entre os povos latino-americanos, assegurar a implantação de políticas públicas integradas de fomento à produção e teledifusão de documentários nos países da região e a difusão da produção cultural dos povos latino-americanos no mercado mundial.
 
Os projetos inscritos devem ser inéditos e ter duração de 52 minutos. O concurso oferecerá US$ 70 mil para cada projeto selecionado. Este valor será composto por US$ 50 mil provenientes do Fundo DOCTV e os restantes US$ 20 mil serão aportados pela Instituição Cinematográfica e/ou a TV Pública integrante da Rede DOCTV em cada país.
 
A comissão julgadora no Brasil é composta por dois integrantes, sendo um da SAV e outro da EBC. O resultado final será anunciado no dia 1º de julho deste ano. As inscrições podem ser feitas neste link.
 
Na avaliação do diretor do Departamento de Políticas Audiovisuais da SAV, João Batista da Silva, a música, tema escolhido para a edição deste ano, é a expressão cultural mais rica e também uma das mais fáceis de se produzir algo a respeito. "Quando analisamos a música dentro do contexto da América Latina, esse panorama é ainda mais farto. A musicalidade latino-americana está arraigada nas histórias que são contadas em cada país. Há, portanto, uma diversidade e um universo muito amplo a ser trabalhado. Como elemento simbólico, a música tem uma força muito grande", destacou. 
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura