Notícias

« Voltar

Circuito #CulturaGeraFuturo leva oportunidades a produtores culturais do Distrito Federal

 

9.4.2018 - 12:12 

 Acesso Rápido


O Ministério da Cultura (MinC) realizou, nesta segunda-feira (9), em Brasília (DF), a terceira edição do Circuito #CulturaGeraFuturo, que tem por objetivo ampliar o alcance da política cultural e dos instrumentos de fomento à cultura do Governo Federal. O evento já passou por Macapá (AP) e Fortaleza (CE), onde reuniu centenas de pessoas. Depois de Brasília, vai para João Pessoa (PB). 
 
Em Brasília, artistas, produtores culturais, gestores públicos e incentivadores participaram do evento, que foi aberto pelo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão. Na ocasião, o ministro apresentou dados que comprovam a força da cultura como eixo de promoção do desenvolvimento econômico do Brasil. Ele também detalhou as principais realizações do MinC e destacou o aumento dos investimentos previstos para este ano. 
 
"Em 2018, há R$ 1,35 bilhão de recursos disponíveis para incentivo a projetos via Lei Rouanet em todo o Brasil e cerca de R$ 1,5 bilhão para o fomento ao audiovisual, via Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e Lei do Audiovisual. Nosso objetivo é fazer com que esses recursos cheguem a um número cada vez maior de projetos, de diferentes regiões do país", ressaltou o ministro.
 
O Circuito será realizado até julho. Equipes do Ministério da Cultura (MinC) estão rodando as 27 capitais brasileiras, levando orientações sobre a Lei Rouanet, a Lei do Audiovisual, o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e outras oportunidades. Haverá também um módulo voltado para patrocinadores, sobre as formas e vantagens de apoiar projetos culturais.  
 
O Distrito Federal é o campeão de recursos captados via Lei Rouanet no Centro-Oeste. Em 2017, foram R$ 12,9 milhões captados para 33 projetos. O valor equivale a 65% do total de recursos arrecadados em todo o Centro-Oeste (R$ 20 milhões). 
 
No ano passado, o DF foi a nona unidade da federação em volume de recursos captados (depois dos estados de CE, PE, SC, PR, RS, MG, RJ e SP). Neste começo de 2018 já foram captados R$ 1,33 milhão para sete projetos da capital. 

Seminário

Os encontros do Circuito #CulturaGeraFuturo têm formato de seminário, com duração prevista de um dia em cada capital. Uma equipe da Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura (Sefic) do MinC, responsável pela gestão da Lei Rouanet, orienta os participantes e tira dúvidas sobre a apresentação de projetos. Além disso, representantes da Secretaria do Audiovisual (SAv) do MinC e da Agência Nacional de Cinema (Ancine) detalham os editais e as linhas de financiamento disponíveis para o setor do audiovisual. Outras oportunidades também são apresentadas, como premiações e editais nas áreas de patrimônio e diversidade cultural.

Investimentos no DF

Em 2017 foram desembolsados R$ 42,6 milhões pelo Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) para o Distrito Federal, por meio de editais. O DF ocupa o sexto lugar no ranking de distribuição de valores do FSA, com 3,31% do total.
 
Em 2018, quatro empresas da capital federal foram premiadas pela Agência Nacional de Cinema (Ancine) na segunda edição do edital de jogos eletrônicos (PRODAV 14/2017). Juntas, estas empresas vão receber R$ 2,5 milhões para o desenvolvimento de games.
 
O DF conta com um Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) no Recanto das Emas, resultado de um investimento de mais de R$ 2 milhões. Outros dois CEUs, que juntos custaram cerca de R$ 5 milhões, estão com obras praticamente concluídas na Ceilândia. 
 
O MinC também investirá este ano cerca de R$ 2,6 milhões nas obras de restauração e adequação da Biblioteca Demonstrativa de Brasília, que devem começar até maio. Enquanto as obras estiverem em andamento, será promovida a caravana cultural da BDB, que vai percorrer as regiões administrativas do DF levando várias ações literárias, como saraus, contação de histórias, declamação de poesias e exposição de livros. 
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura