Notícias

« Voltar

MinC lamenta morte do jornalista Augusto Marzagão

30.11.2017 - 20:25   
Como criador e diretor do Festival da Canção, Augusto Marzagão incentivou talentos de diferentes gêneros musicais brasileiros (Foto:Divulgação)
 
 
O Ministério da Cultura (MinC) lamenta a morte do criador do Festival Internacional da Canção, Augusto Marzagão. Jornalista, executivo e escritor brasileiro, Marzagão faleceu na noite da última terça-feira (28), em hospital na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ). Ele tinha mal de Parkinson, havia sido internado com pneumonia e morreu por insuficiência respiratória. 
 
Marzagão nasceu em 1929, em Barretos (SP). Foi casado com três mulheres e teve dez filhos. Ex-seminarista, foi morar na cidade de São Paulo aos 18 anos, onde trabalhou como repórter policial no extinto jornal O Tempo. Na ocasião, conheceu Jânio Quadros, de quem foi secretário particular. Ele ainda trabalhou nos governos de José Sarney e Itamar Franco.
 
Na área cultural, Marzagão destacou-se como o criador e diretor do Festival da Canção, realizado no ginásio do Maracanazinho entre 1966 e 1972. O evento incentivou talentos de diferentes gêneros musicais brasileiros do período. Como escritor, é autor do livro Memorial do Presente, da editora Nova Fronteira. Textos do jornalista ainda foram compilados no livro Semeadura da Colheita, da editora Ao Livro Técnico.
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura