Notícias

« Voltar

MinC sela acordo para realização de feiras de livros no Cariri

 

21.2.2017 - 9:31  
Parceria foi fechada em reunião realizada na última semana em Fortaleza (Foto: Divulgação)
 
 
O Ministério da Cultura (MinC) firmou parceria com a Secretaria de Cultura do Ceará para a realização de uma série de feiras de livros itinerantes na Região do Cariri cearense. O acordo foi selado pelo diretor do Departamento de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB), Cristian Brayner, durante viagem realizada a Fortaleza na última semana. 
 
De acordo com Cristian, o acordo vem ao encontro da política de descentralização das feiras literárias proposta pelo ministro Roberto Freire. "O objetivo é fomentar a política de livro e leitura em regiões com forte vocação cultural e evitar que sejam feitos investimentos apenas em grandes cidades do País", afirmou.
 
O secretário de Cultura do Ceará, Fabiano Piúba, irá identificar quantos municípios, dos 29 que integram o Cariri cearense, poderão participar do festival literário. A ideia é promover ainda este ano feiras itinerantes que percorrerão as dezenas de cidades daquela região. "O Ministério da Cultura quer facilitar o diálogo entre os municípios para que estes possam se tornar cada vez mais empoderados. Para isso, o MinC deverá financiar algumas dessas feiras e firmar parcerias com universidades que deem suporte aos eventos", informou Cristian.
 
A região do Cariri cearense foi escolhida para receber a primeira série de feiras literárias itinerantes apoiadas pelo MinC pela forte tradição em cultura popular. "A pretensão é estimular a leitura. Nós sabemos que a prática da leitura começa na infância e é o município que consegue chegar de forma mais eficiente nos públicos-alvo de um festival de livros, por exemplo. Assim, o País forma leitores e movimenta o mercado editorial. É muito comum que o mercado ignore as potencialidades dos leitores das cidades pequenas", lamentou.
 
As feiras ainda não têm data marcada, mas devem acompanhar as festas do calendário cívico e religioso da região.
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura