Notícias

« Voltar

Ministro interino anuncia que não tem interesse em ser efetivado

16.06.2017 - 16:00   

ACESSO RÁPIDO: Leia a carta enviada à Presidência da República
João Batista de Andrade reitera o orgulho de ter feito parte da equipe de Roberto Freire, ex-ministro da Cultura (Foto: Janine Moraes / Ascom MinC)


O Ministro de Estado Interino da Cultura, João Batista de Andrade, enviou carta ao presidente da República, Michel Temer, manifestando seu desinteresse em ser efetivado no cargo. No documento, João Batista ainda confirma que fica à frente da Pasta até a nomeação do próximo ministro. A carta foi enviada nesta sexta-feira (16).

Na avaliação de João Batista, a burocracia estatal inviabilizou a implantação de projetos vitais para a área cultural. Ele ressalta como motivos para seu afastamento o "grave corte orçamentário da pasta, em 43%, que imobiliza o Ministério e inviabiliza alimentar qualquer sonho de uma boa política cultural, e a redução a zero dos recursos do Fundo Nacional de Cultura (FNC)". Outros pontos destacados são "a deterioração política e os encaminhamentos relativos à presidência e diretoria da Ancine, desautorizando indicações do MinC".
 
Por outro lado, João Batista reitera o orgulho de ter feito parte da equipe de Roberto Freire, ex-ministro da Cultura que o convidou para o cargo de secretário-executivo, e ressalta sua satisfação com o resultado positivo de projetos que vão beneficiar a área da Cultura, apesar do curto período da gestão e do corte orçamentário. Dentre eles:
 
•         Nova Instrução Normativa da Lei Rouanet, onde reafirmamos nossa posição contra a demonização da lei e da necessidade cultural de sua permanência;
•         Recuperação da Cinemateca Brasileira;
•         Recuperação da Biblioteca Nacional;
•         Recuperação do Conselho Nacional do Cinema, em nova composição que valoriza a presença dos cineastas e representantes do setor audiovisual;
•         Reestruturação do Comitê Gestor do Audiovisual, com presença forte e decisiva de diretores e produtores;
•         Encaminhamento da solução do problema da sede da Escola de Cinema Darcy Ribeiro, superando a ameaça de despejo e abrindo negociação entre a escola e os Correios, mediada pelo MinC.
 
João Batista tomou posse como secretário-executivo do MinC em 16 de dezembro de 2016 e está exercendo a função de ministro interino desde o pedido de exoneração de Roberto Freire, publicado no Diário Oficial de 22 de maio de 2017.
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura