Notícias

« Voltar

Museu da República e Colégio Pedro II fazem parceria

 
 
4.10.2017 - 9:50  
Administrado pelo Ibram/MinC, o Museu da República fica no Palácio do Catete, antiga sede da Presidência da República no Rio de Janeiro (Foto: Ibram)
 
 
O Museu da República, no Rio de Janeiro, firmou parceria com o Colégio Pedro II para implementar um programa de educação científica voltado à divulgação, à iniciação e à pesquisa científica nas áreas de atuação do museu. O museu é administrado pelo Instituto Brasileiro de Museus, vinculado ao Ministério da Cultura (MinC).
 
Pelo programa, serão oferecidas bolsas para os estudantes. "Inicialmente, os alunos percorrem os bastidores do museu e se informam sobre as diversas atividades desenvolvidas na área administrativa, de história, sociologia, educação, museologia, arquivologia e biblioteconomia, por exemplo. Depois de conhecerem os bastidores, eles escolhem em que área querem se especializar", explica a diretora do Museu da República, Magaly Cabral. 
 
Atualmente, 12 estudantes do Pedro II participam do projeto. O diretor do Colégio, Jorge Fernando, comemorou a assinatura do acordo e destacou os benefícios da iniciação científica para os estudantes. "Eles precisam ser despertados, ter sua vocação estimulada. Quem sabe não estimulamos futuros historiadores, museólogos ou arquivologistas?", comentou. O acordo ainda prevê a possibilidade de contribuir para aumentar o número de bolsas, ampliando o número de estudantes beneficiados.  
 
Museu da República
 
Conhecido como Palácio do Catete, o edifício que abriga o Museu da República foi construído em meados do século XIX pelo Barão de Nova Friburgo. Mais tarde, foi adquirido pelo governo federal para sediar a Presidência da República, por onde passaram 18 presidentes.
 
Em 1960, logo após a transferência da capital para Brasília, tornou-se sede do museu. A instituição oferece ao visitante um panorama da história republicana. Fotos, documentos, objetos, mobiliário e obras de arte dos séculos XIX e XX integram o acervo, exposto nos salões do Palácio. 
 
Um grande parque, parquinho infantil, cinema, cineclube, livraria, cafeteria e bistrô integram a estrutura. O museu também é referência como espaço para reflexão crítica sobre a história e a cultura do país, buscando cumprir sua função social de instituição ligada à educação.
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura
Com informações do Ibram