Notícias

« Voltar

Nota de pesar – servidora Maria Vanessa Veiga Esteves

 
 
9.8.2017 - 10:38  
Formada em Comunicação Social, Maria Vanessa era analista de projetos culturais da Lei Rouanet (Foto: Arquivo pessoal)
 
 
O Ministério da Cultura (MinC) manifesta pesar pelo falecimento da servidora Maria Vanessa Veiga Esteves, 55 anos, morta em um assalto na noite desta terça-feira (8), quando chegava em casa, na quadra 409 Norte, em Brasília (DF).
 
Maria Vanessa era servidora temporária do Ministério da Cultura desde maio de 2013 e estava lotada na Secretaria do Audiovisual (SAv). Formada em Comunicação Social e mestranda em Jornalismo na Universidade de Brasília (UnB), a servidora era analista de projetos culturais da Lei Rouanet e tinha vasta experiência na área de TV. "Ela era bastante respeitada pelo conhecimento que detinha e pela própria pessoa amável e incrível", afirmou o secretário do Audiovisual do MinC, João Batista Silva.
 
O gerente do passivo da SAv, Wanderlan Fernandes Guedes Filho, afirmou que todos os colegas estão consternados com a notícia. "Ela estava cheia de planos e feliz por ter tido a notícia de que um de seus trabalhos foi aprovado para ser apresentado em um simpósio, em Portugal. Foi uma crueldade o que fizeram, porque ela não esboçou nenhuma reação", disse.
 
Considerada uma colega maternal e acolhedora, a mineira de Juiz de Fora morava sozinha em Brasília. A família ainda não informou acerca do velório e enterro da servidora.
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura