Notícias

« Voltar

Prefeitura da Cidade de Goiás é entregue após restauração

 
 
7.3.2018 - 10:12  
O Iphan/MinC investiu R$ 5,6 milhões do Programa Avançar na total requalificação do prédio da prefeitura (Foto: Tiago Ramires)
 
 
Um edifício construído em 1911 será motivo para grandes festejos nesta quarta-feira (7) na Cidade de Goiás (GO). A sede da Prefeitura Municipal da antiga capital do estado de Goiás foi restaurada e requalificada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), instituição vinculada ao Ministério da Cultura, encerrando um ciclo de intervenções que totalizam R$ 30,3 milhões em investimentos em seis grandes obras na cidade nos últimos três anos.
 
Para a sede da Prefeitura, foram investidos R$ 5,6 milhões do Programa Agora, é Avançar, do Governo Federal, garantindo a total requalificação do espaço e permitindo sua reestruturação para o pleno atendimento das necessidades de uso enquanto sede da administração municipal. A intervenção contempla a restauração do edifício sede e de um imóvel vizinho, além da construção de um novo anexo, a fim de oferecer soluções de circulação e acessibilidade universal entre eles, de maneira integrada com o conjunto arquitetônico protegido pelo Iphan e reconhecido como Patrimônio Mundial pela Unesco desde 2001.
 
A solenidade de entrega da obra da Sede da Prefeitura Municipal de Goiás ocorre na manhã desta quarta-feira, com a presença da presidente do Iphan, Kátia Bogéa, do diretor do Departamento de Projetos Especiais do Iphan, Robson de Almeida, da superintendente do Iphan em Goiás, Salma Saddi, do governador Marconi Perillo e da prefeita Selma Bastos, além de outros representantes dos governos estadual e municipal. 
 
Campeã em execução
 
A finalização de mais essa obra coloca a Cidade de Goiás como primeiro município brasileiro a concluir todas as ações integrantes do programa PAC Cidades Históricas, que incluiu seis intervenções na antiga capital do estado. Ainda em 2015, a cidade também foi pioneira, ao entregar a primeira obra pronta pelo Programa em todo país, a Ponte da Cambaúba, recuperada com investimentos de R$ 895 mil. Desde então, a população local recebeu os benefícios das restaurações da Escola de Artes Plásticas Veiga Valle e do Mercado Municipal, das requalificações do Arquivo Diocesano e do Cine Teatro São Joaquim, e agora, a Sede da Prefeitura Municipal – sendo esta última já no escopo do Programa Agora, é Avançar.
 
O Agora, é Avançar é um programa do Governo Federal focado na retomada de obras em todo o país, a fim de oferecer mais crescimento e cidadania para os brasileiros. Até o final de 2018, o programa prevê a conclusão de 7 mil empreendimentos, incluindo 61 obras destinadas ao desenvolvimento das cidades históricas brasileiras, realizadas pelo Ministério da Cultura, por meio do Iphan.
 
O Casarão da Prefeitura
 
A história do edifício que sedia a Administração Municipal de Goiás, construído entre 1911 e 1913, remete à história da própria cidade e do estado de Goiás. Dois anos após a promulgação da República, foi dada, em 1891, autonomia aos municípios e retomada a figura do intendente municipal, homens de confiança dos governadores e responsáveis por diversas funções administrativas necessárias para melhor organização das províncias. Em Goiás, a função e denominação de Intendência Municipal existiu até 1932, quando foi substituída pela Prefeitura Municipal. O edifício em questão surgiu nesse contexto de constituição administrativa do município, abrigando tanto os últimos anos de Intendência quanto a nova organização enquanto Prefeitura.
 
Desde então, passou por algumas intervenções ao longo dos anos, adequando-se às dinâmicas necessárias e às mudanças estruturais da Administração. Contudo, mesmo assim, o prédio da Prefeitura não comportava mais as necessidades atuais, além de que a estrutura original não atendia a questões como salubridade, segurança e acessibilidade – problemas que agora encontram solução com a conclusão dos trabalhos de restauração e requalificação.
 
Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)
Ministério da Cultura