O Dia do Ministro

« Voltar

Freire e Henry discutem restauração do Museu de Arte Sacra de Pernambuco

 

8.3.2017 - 14:08  
Roberto Freire e Raul Henry discutiram o projeto de reforma e requalificação do Museu de Arte Sacra de Pernambuco (Foto: Edson Leal/Ascom MinC)
 
 
O projeto de reforma e requalificação do Museu de Arte Sacra de Pernambuco foi avaliado pelo ministro da Cultura, Roberto Freire, durante audiência realizada na manhã desta quarta-feira (8) com o vice-governador de Pernambuco, Raul Henry. Por sugestão do ministro, a proposta, orçada em R$ 10 milhões, deverá ser desenvolvida por meio da Lei Rouanet.
 
Localizado no sítio histórico de Olinda, o museu será dividido em quatro conceitos: Olinda de todos os santos, Iconografia cristã, Arte sacra e Artífices e restauradores. Com mais de 3 mil peças, no museu poderão ser encontrados pinturas, esculturas e obras de ordens religiosas (franciscanos, beneditinos, jesuítas, carmelitas etc.), além de objetos do acervo da coleção de Zé Santeiro – restaurador pernambucano especializado na comercialização de peça sacras dos séculos 18 e 19. 
 
De acordo com Henry, o museu, que irá enriquecer ainda mais a região onde está inserido, já conta com o apoio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). "O sítio histórico tem 23 igrejas em um raio de 1 km. A presidente do Iphan, Kátia Bogéa, também está empenhada em viabilizar este projeto, justamente por compreender a relevância do museu", afirmou. 
 
A proposta, segundo o ministro, será analisada pelo MinC. "Iremos trabalhar para que essa obra saia do papel o mais rápido possível", assegurou Freire. 
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura