O Dia do Ministro

« Voltar

Freire visita estúdios das redes Record e Globo no Rio

 
 
23.3.2017 - 14:17  
No alto, Freire visita estúdio de novelas da Rede Record. Acima, conhece a cidade cenográfica da nova novela das 18h da Rede Globo, Mundo Novo
 
 
O ministro da Cultura, Roberto Freire, esteve no Rio de Janeiro na quarta-feira (22), conhecendo as instalações da Rede Record, em Vargem Grande, e os Estúdios da Rede Globo, em Jacarepaguá. Fizeram parte da comitiva do Ministério da Cultura (MinC) o secretário-executivo, João Batista de Andrade, a secretária do Audiovisual, Mariana Ribas, e o chefe da Representação Regional do Rio de Janeiro e Espírito Santo, José Haddad. 
 
Um dos assuntos abordados no café da manhã oferecido pela Rede Record ao ministro foi o equilíbrio da concorrência entre TVs aberta e por assinatura. Os diretores da Record também falaram sobre a Simba, empresa programadora brasileira formada pelas redes Record, RedeTV e SBT. 
 
Depois do bate-papo, o ministro e a comitiva foram conhecer as instalações dos Estúdios Casablanca, complexo de novelas da Record, instalado em uma área de 280 mil metros quadrados, em Vargem Grande, na Barra da Tijuca. Atualmente, o local conta com 10 estúdios e 2,5 mil funcionários. 
 
O presidente da Record, Luiz Cláudio Costa, ressaltou a importância da visita do ministro. "Sabemos que o governo hoje é um dos atores principais do fomento da cultura e da produção de conteúdo nacional. A Record, como apoiadora e grande produtora de conteúdo nacional, não pode deixar de contar com esse apoio. Acreditamos no potencial brasileiro de produzir conteúdo e investimos pesado nisso. Hoje, mostramos todo o trabalho que estamos fazendo e o que ainda queremos fazer", explicou o presidente. 
 
Estúdios Globo
 
Após a visita à Record, o ministro seguiu para os Estúdios Globo, anteriormente conhecido como Projac, abreviatura de Projeto Jacarepaguá. O ministro assistiu a uma pequena apresentação sobre a empresa, feita pela gerente de Relações Públicas e Ações Institucionais da Rede Globo, Duda Pereira, que agradeceu a presença de Freire. "Foi um grande prazer mostrar um pouco do topo deste iceberg", ressaltou. 
 
Inaugurado em 1995, os Estúdios Globo são o maior centro de produção de TV da América Latina e um dos mais modernos do mundo, que reúne 10 estúdios em um único complexo, onde todas as etapas de produção de programas são realizadas. Circulam pelo local cerca de 6 mil pessoas por dia. Freire conheceu as fábricas de cenografia e figurinos, além da cidade cenográfica da nova novela das 18h, Novo Mundo. 
 
De acordo com o ministro, é sempre bom participar de tais visitas, porque é possível ver a capacidade de criação dos brasileiros. "Vimos aquilo que se constrói para nos deleitar. Temos em casa o acesso a um produto cultural feito com uma técnica que é para ser saudada", destacou. 
 
Texto e fotos: Alessandra de Paula
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura