O Dia do Ministro

« Voltar

MinC reitera apoio à Orquestra Criança Cidadã

 
 
29.3.2017 - 16:46  
Da esquerda para a direita, deputado Betinho Gomes, ministro Roberto Freire, desembargador Leopoldo Raposo e João Targino (Foto: Guto Martins/Ascom MinC)
 
 
O ministro da Cultura, Roberto Freire, recebeu nesta quarta-feira (29) o coordenador da Orquestra Criança Cidadã, de Pernambuco, João Targino. Durante a reunião, Targino apresentou ao ministro o projeto de construção de uma sala de concerto profissional e de uma escola de música, orçadas em R$ 55 milhões. 
 
Para esse projeto, há expectativa de recebimento de uma emenda parlamentar. Freire reiterou o apoio do Ministério da Cultura (MinC) à iniciativa. "O ministério irá trabalhar para que este recurso (da emenda) não seja contingenciado. Além do aspecto social, a orquestra desenvolve um trabalho de muita qualidade", afirmou Freire. 
 
A Orquestra Criança Cidadã atende, de forma gratuita, 360 jovens entre 4 e 21 anos, que recebem aulas de instrumentos de corda, sopro, percussão, teoria e percepção musical e canto coral. Os alunos também recebem apoio pedagógico, atendimento psicológico, médico e odontológico, aulas de inclusão digital e três refeições por dia.
 
Além da repercussão social positiva que o programa provocou na região, a performance dos jovens da Orquestra tem obtido reconhecimento nacional e internacional em seus 10 anos de existência, com mais de 30 prêmios. Foram convidados a se apresentar, no fim de 2016, na cerimônia de celebração dos 70 anos do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Em outubro de 2014, se apresentaram para o papa Francisco, no Vaticano.
 
Para garantir a manutenção das atividades diárias, a Orquestra conta com o apoio da Lei Rouanet, que permite que empresas tributadas por lucro real e pessoas físicas invistam no projeto em troca de renúncia fiscal. "Com a crise, em 2016, a captação foi muito difícil. Hoje a orquestra depende 50% da captação via Lei Rouanet e o restante é de patrocínio", contou Targino. 
 
Também participaram da reunião o desembargador Leopoldo Raposo, presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, e o deputado federal Betinho Gomes (PSDB-PE).
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura