O Dia do Ministro

« Voltar

Ministro da Cultura prestigia fortalecimento do audiovisual em Novo Hamburgo

23.10.2018 - 12:15   

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão; a prefeita de Novo Hamburgo, Fátima Daudt; e o secretário de Cultura, Ralfe Cardoso, durante apresentação do plano de lançamento de Polo Audiovisual (Foto: Ronaldo Caldas)
 
O Ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, visitou, nesta segunda-feira (22), a Fundação Ernesto Frederico Scheffel, na cidade de Novo Hamburgo (RS). Na ocasião, o secretário Municipal de Cultura, Ralfe Cardoso, apresentou o plano de lançamento do Polo Audiovisual da cidade. Por meio da chamada pública de Coinvestimentos Regionais nº 01/2018, da Agência Nacional do Cinema (Ancine), a cidade receberá do Fundo Setorial Audiovisual (FSA) uma verba de R$ 5,65 milhões de reais, além de R$ 1,45 milhão da própria prefeitura. A Ancine é uma das entidades vinculadas ao Ministério da Cultura (MinC).
 
O projeto tem como objetivo desenvolver atividades relacionadas ao audiovisual na região, dentro de cinco eixos de atuação: profissionalização, responsabilidade sociocultural, formação de público, estabelecimento da rede audiovisual e fomento da atividade. Isso inclui um laboratório com espaço e equipamentos de alta qualidade, um centro de formação em parceria com a Fundação Cinema do Rio Grande do Sul (Fundacine), mostras e exibições abertas à comunidade e a abertura de editais para estimular as produções.
 
"Novo Hamburgo está mudando a matriz econômica, de uma cidade de indústria de calçados para um polo audiovisual, buscando na economia criativa uma maneira de reinventar e estimular a cultura, além de gerar empregos e ter uma relevância no audiovisual não só em nível local, mas também estadual e até nacional", afirmou o ministro.
 
Para Ralfe Cardoso, além do benefício econômico, a cidade ganhará mais um atrativo cultural, ao envolver as novas gerações nesta dinâmica da indústria audiovisual: "Estamos entrando definitivamente em uma das mais potentes cadeias produtivas da economia brasileira. Novo Hamburgo já colhe frutos da escolha feita em 2017 e semeia um futuro promissor nos âmbitos social, econômico, cultural e artístico".
 
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura