Editais do Programa #AudiovisualGeraFuturo

Edital 1 - Longa Animação
Objeto: seleção de 5 (cinco) projetos de produção independente de obras audiovisuais brasileiras de longa-metragem de animação, inéditas, de ficção, com temática livre, voltadas para o público infantil, de 0 a 12 anos, e seus respectivos trailers.
Período de inscrição: 26/2 a 27/4
 
Edital 2 - Narrativas Audiovisuais para a Infância – Curta (Live Action)
Objeto: seleção de 21 (vinte e uma) obras audiovisuais independentes de curta-metragem, de 13 minutos, live action, com temática livre, voltadas para o público infantil, de 0 a 12 anos.
Período de inscrição: 26/2 a 13/4
 
Edital 3 - Narrativas Audiovisuais para a Infância – Série (Live Action)
Objeto: seleção de 05 (cinco) obras audiovisuais independentes de minissérie de ficção, de 13 episódios de 07 minutos, live action, com temática livre, voltadas ao público infantil, de 0 a 12 anos, e 05 (cinco) obras audiovisuais independentes de minissérie de ficção, de 26 episódios de 07 minutos, live action, com temática livre, voltadas ao público infantil, de 0 a 12 anos.
Período de inscrição: 26/2 a 13/4
 
Edital 4 - Documentário Afro-brasileiro e Indígena
Objeto: seleção de 10 (dez) projetos de produção independente de obras audiovisuais documentais, a partir de 52 minutos, inéditas, com temáticas voltadas à cultura afro-brasileira e indígena, e seus respectivos teasers.
Período de inscrição: 26/2 a 13/4
 
Edital 5 - Documentário Infância e Juventude
Objeto: seleção de 10 (dez) projetos de produção independente de obras documentais, a partir de 52 minutos de duração, inéditas, com temáticas voltadas à infância e juventude, e seus respectivos teasers.
Período de inscrição: 26/2 a 13/4
 
Edital 6 – Jogos Eletrônicos
Objeto: seleção de 10 (dez) jogos eletrônicos, com temática livre, voltados para adolescência e juventude.
Período de inscrição: 26/2 a 20/4
 
Edital 7 - Narrativas Transmídias para a Infância – Curtas Animação + Jogos Eletrônicos
Objeto: seleção de 10 (dez) projetos transmídias para a produção independente de jogos eletrônico e curta-metragem de ficção de animação com duração de 13 minutos, com temática livre, voltados para o público infantil de 7 a 12 anos.
Período de inscrição: 26/2 a 27/4
 
Edital 8 - Narrativas Transmídias para a Infância – Minissérie Animação + Jogos Eletrônicos
Objeto: seleção de 10 (dez) projetos transmídias para a produção independente de jogo eletrônico e minissérie de ficção de animação, com 13 episódios com duração de 7 minutos, com temática livre e voltados para o público infantil, de 7 a 12 anos.
Período de inscrição: 26/2 a 27/4
 

Sobre a SAv
 
Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MinC), então Secretaria para o Desenvolvimento Audiovisual, foi criada pela Lei nº 8.490, de 19 de novembro de 1992, como parte do ressurgimento do Ministério da Cultura, que, em 1990, havia sido transformado em Secretaria da Cultura, diretamente vinculada à Presidência da República.
 
A SAv/MinC tem como competências a formação, produção inclusiva, regionalização, difusão não-comercial, democratização do acesso e preservação dos conteúdos audiovisuais brasileiros, respeitadas as diretrizes da política nacional do cinema e do audiovisual e do Plano Nacional de Cultura.
 
A Secretaria do Audiovisual conta com duas unidades: o Centro Técnico Audiovisual (CTAv), localizado no Rio de Janeiro, e a Cinemateca Brasileira, em São Paulo. 
 
Centro Técnico Audiovisual (CTAv) nasceu de um acordo de cooperação técnica, assinado em 1985, entre a Embrafilme e o National Film Board (NFB), do Canadá. O CTAv é vinculado à SAv desde 2003. O Centro atua no apoio ao desenvolvimento da produção audiovisual brasileira e suas ações abrangem a produção, coprodução, difusão, preservação, documentação, pesquisa, produção de conteúdo, disseminação de técnicas do ofício, inovação e empréstimo de tecnologia.
 
Com acervo de cerca de 200 mil rolos de filmes, entre longas-metragens, curtas e cinejornais, além de livros, revistas, roteiros, fotografias e cartazes, a Cinemateca Brasileira é a instituição responsável pela preservação da produção audiovisual brasileira, desenvolvendo atividades de difusão e de restauração de seu acervo. A Cinemateca Brasileira surgiu a partir da criação do Clube de Cinema de São Paulo, em 1940. Presente na estrutura do MinC desde 1984, é a mais antiga instituição de cinema do país é o centro nacional de informações cinematográficas e audiovisuais, assegura o registro e a guarda da produção intelectual cinematográfica e audiovisual nacional e exerce atividades de restauro e preservação da produção cinematográfica nacional.

Agenda

23 de fevereiro de 2018

Agenda do Secretário do Audiovisual, João Batista da Silva 11h- Apresentação da...